terça-feira, 3 de maio de 2011

Obama não ousaria

A coluna de Dora Kramer traz como texto secundário, porém igualmente importante, comentário sobre a hipótese que considera absurda de que a morte do terrorista Osama Bin Landen tenha sido forjada para favorecer a campanha pela reeleição de Barak Obama. Não acredito que Obama pudesse ousar a se expor tanto quanto o seu antecessor George W Bush, que justificou a invasão do Iraque baseado na mentira de que Sadan Hussein teria armas nucleares escondidas. Muita gente acreditou, durante muito tempo nessa hipótese. O mundo vem presenciando muitos absurdos ultimamente.

Total de visualizações de página