terça-feira, 13 de março de 2012

Quanto custa construir a imagem do governo federal


O Blog do Pannunzio informa que o jornalista Paulo Henrique Amorim recebe desde março do ano passado R$ 40 mil mensais para veicular no blog "Conversa Afiada" publicidade da Caixa Econômica Federal.
Assim como nesse caso, o governo federal contribui com uma infinidade de jornalistas e veículos de comunicação.
Logo no início do governo Lula, conforme reportagem publicada pela "Folha", passou-se de  499 veículos de comunicação que recebiam publicidade do governo, em 2003, para 8.094 em 2010.
São jornais, revistas, emissoras de TV e uma série de "outros" espalhados em 2.733 cidades.
Só a Caixa, segundo informações prestadas à Folha, investiu R$ 146 milhões na internet no ano passado, sendo R$ 155,5 mil para blogs.
Para a Caixa, o "Conversa Afiada" não é um blog, mas um site.
Os outros, segundo o governo, são portais, blogs, barcos e publicidade estática, como outdoors ou painéis em aeroportos.
Nas eleições de 2010, o número de veículos agraciados com publicidade oficial subiu para mais 1.047, ainda segundo reportagem da Folha. Os outros, que em 2003 eram apenas 11, passaram a ser em 2010, 2.512.
O governo Lula gastou em seus dois mandatos, até outubro de 2010, R$ 9,325 bilhões, média anual de R$ 1,2 bi, sem contar custos de produção de comerciais, publicidade legal (balanços de empresas estatais) e patrocínio.
O critério para distribuição de verba oficial para blogs como o de Paulo Henrique Amorim é de que eles sejam "progressistas".
O blogueiro recebe ainda publicidade dos correios e do Banco do Brasil. Dos Correios recebeu R$ 120 mil por três meses de publicidade, já o BB se recusa a informar quanto investiu no blog.
Para o bem da verdade, de acordo com a Rádio Globo, Dilma gastou menos que o seu antecessor, nos primeiros nove meses de governo, comparado ao mesmo período de governo Lula. Foram 42% a menos.
Mas, o critério de beneficiar os blogs dito progressistas permanece.

Total de visualizações de página