sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Depressa Dilma

Em sua coluna na Folha, a jornalista Mônica Bergamo informa que os réus do mensalão jogam suas fichas na antecipação da aposentadoria de Cezar Peluso, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), para adiar o julgamento do caso para 2013.  É que com a saída do ministro em abril, cinco meses antes de completar 70 anos, prazo compulsório para a aposentadoria, a corte ficaria com apenas 10 integrantes e criaria contexto para que o caso só fosse julgado com o quórum completo, depois da nomeação do substituto de Peluso. Para jogar água fria, um ministro do STF considera que é suficiente a presença de seis ministros para a realização de um julgamento, segundo o regimento do STF. Em todo caso, seria de bom alvitre a presidente Dilma se apressar na nomeação do ministro substituto de Peluso, para não criar nenhum pretexto para o adiamento. Vale lembrar que Dilma não tem prazo para fazer a indicação.

Total de visualizações de página